Browse By

Category Archives: Artigos

Análise – Call of Duty: WW2

Por: Luigi Wagner Em 2007, a desenvolvedora incubada pela Activision, Infinity Ward, mudou a discussão acerca dos shooters contemporâneos ao deixar para trás os confrontos históricos da 2ª Guerra Mundial tão prevalentes na franquia Call of Duty, e adotar um contexto bélico atual para a

Análise – South Park: The Fractured But Whole

Por: Luigi Wagner Ao escrever sobre South Park: The Stick of Truth, em 2014, apontei em uma definição quase indiscutível o fato daquele trabalho da Obsidian Entertainment ser, provavelmente, o uso mais acertado (ou, ao menos, mais fiel) de uma licença nos videogames até então.

Análise – American Truck Simulator: Novo México [DLC]

A SCS Software lançou nessa quinta-feira (09), a nova expansão para American Truck Simulator, como na maioria das anteriores, um novo estado agora está disponível, o Novo México. No Novo México você terá mais um pouco do visual de semiárido norte-americano, além de cidades icônicas

Análise – Middle Earth: Shadow of War

Por: Luigi Wagner A Terra-Média, universo criado na década de 30 pelo britânico J. R. R. Tolkien com O Hobbit, se provou uma das fantasias mais populares e rentáveis para a adaptação mainstream desde que popularizou-se na literatura há quase um século. Da monumental adaptação

Análise – Destiny 2

Por: Luigi Wagner Lançado em 2014 a uma avalanche de (justificadas) críticas, Destiny¸ primeira empreitada em uma nova propriedade intelectual pela Bungie em algum tempo (depois do estúdio ter passado anos por conta da série Halo), era um jogo que inspirava uma dose quase paradoxal

Análise – Pyre

When the stars align The Rites shall come to bear Illuminate the signs The exiles shall be there Pyre, da SuperGiant Games, é antes de mais nada uma experiência narrativa interativa. Seu gameplay é fácil, rápido e intuitivo, porém possui um papel “menor” dentro da

A Era dos Games: uma exposição para novos e velhos jogadores

A historia dos vídeo-games é bastante complexa, seja pela grande quantidade de consoles e jogos que já existiram, seja pelo fato de não termos de modo acessível as experiencias do passado, pois emuladores são excelentes ferramentas de experimentarmos jogos dos passados, mas por um fator

e-Sports: Será que somos tão profissionais assim?

Comecei a acompanhar os esportes eletrônicos, mais especificamente o Counter-Strike: Global Offensive, quando vi que uma equipe brasileira disputaria um campeonato mundial e a premiação total era 250 mil dólares. Cai para trás com o valor que (para mim) na época era astronômico. Quase três

CS:GO – Por que não há reservas ativos no Counter Strike?

As ultimas semana de férias no CS:GO competitivo, nos proporcionaram diversas mudanças em lineups pelo mundo. No entanto, na Immortals, equipe vice-campeã do ultimo torneio major, houve uma agitação que pode quebrar um tabu para as equipes de Counter-Strike: Global Ofensive, a contratação de João