Browse By

CS:GO – De volta da balada! 100Thieves anuncia quinteto “VillaMix” e garante vaga no Major

A segunda equipe brasileira no ELEAGUE Major Boston 2018, que acontece entre os dias 19 e 28 de janeiro, está confirmada, isso porquê a 100thieves contratou o quinteto brasileiro conhecido carinhosamente como “VillaMix” no tempo hábil proposto pela Valve.

Na madrugada dessa quarta-feira (13), a organização norte-americana que “recebeu investimento multimilionário” do Cleveland Cavaliers da NBA, anunciou a contratação da equipe, que é composta pelo quarteto ex-Immortals, Henrique “hen1” Teles, Lucas “Lucas1” Teles, Lincoln “fnx” Lau e Vito “kNg” Giuseppe, com adição de Bruno “bit” Lima, da Team One.

Investimento

Dos quatro jogadores que atuavam pela Immortals, apenas Vito “kNg” Giuseppe não teve seu buyout pago pela nova organização, isso pelo motivo de que o jogador brasileiro havia tido seu contrato rompido após a “falta de profissionalismo“, criticada publicamente pelo CEO, Noah Winston. Informações de múltiplas fontes, afirmam que para adquirir o trio restante a 100thieves teve de investir algo entre 600 e 1  milhão de dólares.

O possível valor de Bruno “bit” Lima não foi divulgado, mas a julgar pelo recente interesse da Immortals em Pedro “Maluk3” Campos e Alencar “trk” Rossato, ambos também da Team One, o preço deve ter sido negociado ao entorno dos 100 mil dólares.

Vaga no major

Com o próximo major se aproximando, a Valve havia estipulado o prazo máximo de até dia 10 de novembro para que os jogadores formalizassem um novo contrato, fora da Immortals, para que assim não perdessem a vaga, pertencente a maioria (pelo menos três jogadores), que chegaram nos playoffs do último PGL Major Krakow 2017.

Devidamente acertados, agora inicia-se a preparação para o torneio máximo da categoria, que acontece em janeiro. A equipe já está na Polônia treinando para o evento que acontece nos Estados Unidos.

A 100thieves tem a seguinte line-up:

Bruno “bit” Lima
Lincoln “fnx” Lau
Henrique “hen1” Teles
Lucas “lucas1” Teles
Vito “kNg” Giuseppe

O CEO da organização, Matthew “nadeshot” Haag publicou um vídeo de anúncio, que você pode conferir abaixo. Nele, o ex-astro do cenário de Call of Duty e Halo defendeu o trio brasileiro que foi envolvido nas polêmicas do W.O da DreamHack. Segundo Nadeshot, a carreira deles não pode ser marcada por apenas aquele cenário, e também não acha que a carreira deles foi arruinada pelo que fizeram, tendo a certeza que merecem uma nova chance de jogar em alto nível.

Para mais artigos e notícias sobre eSports curta nossa página no Facebook.

Gosta do nosso trabalho? Considere participar de nossa campanha para custear o site, veja informações aqui.

  • Icaro Paggi

    hundred thieves? Cem ladrões? Alguém sabe se é alguma gíria/expressão o nome ou é uma tradução literal mesmo?