Browse By

CS:GO – Immortals começa bem, quase sofre virada, mas vence C9 e garante vaga na semifinal da DH Montreal

A Immortals garantiu vaga na semifinal da DreamHack Open Montreal 2017, ao vencer a Cloud 9 na noite dessa sexta-feira (08). Os brasileiros chegaram a ter doze rounds de vantagem (13 a 01), mas deixaram se exaurir na segunda metade, mas ao fim conseguiram fechar o jogo em 16 a 13.

A equipe volta  a jogar no domingo, com horário e adversário ainda a definir.

O jogo

De terrorista na Cache a Immortals começou vencendo o pistol com tripla eliminação de Ricardo “boltz” Prass, no round subsequente a Cloud9 veio para um forçado, que quase terminou em ace de Will “RUSH” Wierzba, mas Henrique “Hen1” Teles apareceu para acabar com a brincadeira e cravar o 2 a 0. Os brasileiros ainda fariam outros dois rounds, com os norte-americanos em econômicos.

A Immortals se aproveitava das frágeis defesas de bombsite que a Cloud9 organizava, perdido no setup defensivo, Tarik “tarik” Celik, não conseguia organizar sua equipe, além de se manter apagado individualmente. Rapidamente os brasucas abriam 7 a 0. Nem mesmo a tradição do 7 a 1 salvou os norte-americanos, que pecaram novamente, dessa vez com os brasileiros fazendo uma bela entrada em dois tempos para o bombsite A, após 8 a 0, a Cloud9 pediu um pause tático para se reorganizar e logo foi efetivo, com enfim a qualidade individual do capitão estadunidense aparecendo, numa jogada bem feita marotando por dentro do bombsite.

Para a infelicidade dos torcedores da C9 presentes em Montreal, o round serviu apenas para reset financeiro, pois logo na sequência os brasileiros pontuaram pela nona vez. Com os norte-americanos irreconhecíveis e a Immortals sabendo massacrar o adversário, o half se encerrou em 13 x 02.

Para dar um pouco de esperanças, os norte-americanos começaram vencendo o pistol na segunda metade. Após vencerem os antiecos, e os primeiros armados, embalaram, diminuindo a diferença para 13 x 07. Logo após perder mais um, os brasucas pediram um pause tático, vindo para um econômico na sequência, perderam de novo e a diferença já era apenas marginal. (13 x 10).

Apagado até o intervalo do half, Tyler “Skadoodle” Latham começava a mostrar seu potencial, sendo essencial no ataque da C9 pela região do meio, quebrando por vezes o início da defesa da Immortals. Além do crescimento individual da equipe adversária, os brasileiros tinham que se organizar com o lado financeiro, já que não conseguiam guardar utilitários e armamento para as rodadas. Após o décimo primeiro sofrido, a Immortals acordou, e num round meia compra, conseguiu trazer um retake no bombsite A, respirando um pouco, e invertendo a situação do jogo.

Pressionada para pontuar rapidamente, a Cloud 9 erraria na sequência, não conseguindo as eliminações de entrada com Skadoodle, fazendo com que os brasucas alcançassem o décimo quinto. Na sequência Lucas “Lucas1” Teles conseguiu garantir a eliminação inicial no B, inibindo a entrada fake por lá, mas o agrupamento do bombsite A sofreu com Will “RUSH” Wierzba, e posteriormente com a dupla eliminação de Skadoodle, que deu o ponto para sua equipe, jogando os brasileiros num eco, onde nada conseguiram fazer. (15 x 13).

Porém, na sequência a Cloud 9 tentou uma estratégia duvidosa subindo três jogadores no toldo, bem no momento onde os brasileiros reforçavam o meio com três jogadores, ficando fácil para destruir a entrada norte-americana e garantir a vitória por 16 a 13.

Para os horários e tabela da DreamHack Open Montreal 2017 clique aqui. Participe do nosso sorteio do mês de setembro.

Para mais artigos e notícias sobre eSports curta nossa página no Facebook.

Gosta do nosso trabalho? Considere participar de nossa campanha para custear o site, veja informações aqui.