Browse By

Primeiras impressões – ARMS (Global Testpunch Switch)

É fato que a Nintendo esta tentando fazer as coisas diferente com o Nintendo Switch. Completamente diferente de ceto modo dos seus consoles predecessores, e talvez Arms seja um dos melhores modos de perceber essa mudança. Neste ultimo final de semana, foi possível participar do Global Testpunch, uma grade demo do jogo.

Arms não é apenas um jogo de luta, ele é um jogo de luta competitivo. Eu sei que essa “diferença” parece apenas semântica, mas é uma mudança considerável naquilo que é esperado da Nintendo. O Lobby e o sistema de “casamento” das lutas funciona excepcionalmente bem – mesmo ele sendo um pouco confuso em alguns momentos – e o tempo de espera foi bem baixo.

Como jogo de luta Arms é bastante diverso em sua gama de personagens e como é possível selecionar combinações de luvas diferentes para cada combate, cada jogador tem a possibilidade de encontrar o melhor personagem e habilidade que se adequem a seu modo de luta.

A jogabilidade de Arms agrada a qualquer público, seja algo mais casual e que queira experimentar as funcionalidades de movimentos dos controles, quanto aqueles que preferem um jogo competitivo e bastante veloz. Como jogo de movimento ele é divertido e cheio de recursos que permitem ao jogador se sentir em total controle do personagem, e jogando com controles mais convencionais o jogo se mostra ágil, bastante divertido e cheios de possibilidades de combos, estratégias e  reviravoltas nas partidas.

Surpreendentemente, a jogabilidade é fluida e dinâmica e as partidas são rápidas. O que facilita e muito na absorção da jogabilidade e na vontade de permanecer jogando.

Com diversos modos de jogo, como por pontuação, confronto em equipes contra Boss ou o tradicional versus, Arms se mostra bastante diversos dentro da temática/gênero de jogo de luta, o que proporciona ao jogo longevidade e um party game cativante – merecidamente.

Ao terminar a demo de Arms, uma sensação ficou muito claro na minha mente – além é claro de que eu irei comprar este jogo o quanto antes -, ele representa uma nova faceta da Nintendo, moderna, arejada e com ideias interessantes. Que sabe que não é possível mais viver na sua “bolha” porém seleciona aquilo que há de melhor e que tem agradado ao mercado consumidor e fornece a ele a sua roupagem e estilos próprios, com a isso a sua cara, a sua perceptiva a o jeito Nintendo de produzir, vender e consumir seus jogos.

Talvez uma boa correlação a ser feita é com o sucesso de Overwatch, na qual a Blizzard pegou um gênero bastante utilizado por diversas empresas e deu a ele uma roupagem única. Muito colorida, acessível e prazerosa com um forte fator competitivo para aqueles jogadores que procuram uma experiencia mais hardcore.

Agora basta apenas esperar que para sabermos se a Nintendo irá conseguir emplacar seus jogos com essa roupagem diferenciada e torna-lo além de apenas divertidos com uma comunidade ativa e competitiva – como parecer sua intenção.

Arms foi lançado em 16 de Junho de 2017 para Nintendo Switch e pode ser comprado tanto em mídia física quanto digital.