Browse By

CS:GO – Caminho ao Major – Mousesports

Equipe da Mouz na disputa do classificatório para o Major Eleague 2017.Foto: HLTV.org

Para o primeiro Major de CS:GO em 2017 preparamos uma série de artigos destacando cada uma das equipes presentes no grande evento que premia $1.000.000,00. O conteúdo abaixo destacará os últimos seis meses do misto europeu da Mousesports.

Mousesports

Nikola “Niko” Kovač
Denis “denis” Howell
Chris “chrisJ” de Jong
Christian “Lowel” Antoran
Timo “Spiidi” Richter

Foi na IEM Katowice, em março do ano passado, que a Mousesports deu mostras de como se comportaria ao longo do ano. Alocada em grupo muito difícil, Fnatic, Natus Vincere e Luminosity Gamimg eram os grandes desafios do grupo. A Mouz, não conseguiu grande exito neste, terminando na quarta posição (sendo que apenas três, dos seis integrantes do grupo, classificavam-se). Contudo, o bom counter-strike apresentado e a dificuldade imposta as grandes equipes os fizeram sair do campeonato como uma equipe tão competitiva quando outras já consagradas. Muito disso creditado a estrela do time Nikola “Niko” Kovač, que dominou as mesas de analises durante a fase de grupos do torneio, ainda mais pela grande partida contra a Fnatic, onde, por muito pouco, a classificação não veio.

O Bósnio (único da equipe, formada por jogadores de diversas nações europeias), foi um dos melhores jogadores do ano, sem duvidas. Além da grande apresentação na Polônia, Niko se mostrou ao longo ao longo do ano um jogador capaz colocar sua equipe em outro nível competitivo. Muito disso por sua indiscutível habilidade em “se virar sozinho”, quando sua equipe está realizando outro trabalho tático. Porém, todo o esforço e habilidade não foram transformadas m títulos para a sua equipe, que ao longo do ano passou por modificações.

Equipe da Mousesports que disputou a Gfinity. Foto: HLTV.org

A primeira delas foi a adição do tcheco Tomáš “oskar” Šťastný, em agosto, para o lugar de Johannes “Nex” Maget. Vindo da boa equipe do CIS, a HellRaisers, o AWPer era visto como uma solução para o problema de versatilidade da equipe, na qual se encontrava presa no jogo cadenciado de Chris “chrisJ” de Jong. A adição de oskar lhes rendeu uma segunda colocação no torneio da Gfinity CS:GO Invitational, no Reino Unido, no fim de Setembro. Semanas depois o jogador tcheco, alegando conflito de ideias com os jogadores, decidiu sair da equipe. A mouz agiu rapidamente e anunciou seu substituto, o jovem espanhol Christian “Lowel” Antoran.

Dinâmico e polivalente, Lowel fez sua estreia em grandes torneio nas finais da ESL Pro League no Brasil, no final de Outubro. A equipe que dificilmente passava da fase de grupos, dos grandes torneios, parecia estar tomando a forma das forte equipe. Na fase inicial do torneio fez partidas solidas, terminando como o primeiro lugar do grupo e eliminando um dos donos casa (Immortals). Sendo a primeira colocada do grupo A, foi direto para as semifinais, duelou contra a emergente Cloud9. Mesmo sendo favorita no confronto a organização não suportou o bom momento da C9, que vencera o torneio.

Lowel na disputa da ESL Pro League em São Paulo. Foto: HLTV.org

O ano não foi dos melhores para a sala de troféu da Mouz. Além disso, há quem diga que Niko foi o melhor do mundo este ano, muito disso pela suas jogadas incríveis. Entretanto é visível a falta de liderança in-game.  Sempre quando chega a um confronto como  favorita, e “stompada” pelo adversário, um exemplo (além do confronto contra C9) foi nas semifinais da Eleague S1, onde a equipe enfrentou os poloneses da Virtus.Pro. A equipe que venceu fortes concorrentes na tabela lower do torneio, sequer tirou um mapa dos poloneses (que também sagraram-se do torneio).

Em Major, mesmo não sendo favorita nos grupos, não consegue avançar para as fases seguintes – apesar de não enfrentar dificuldades nos classificatórios para tais eventos. Desta vez, o formato do campeonato mudou, a fase de grupos será como é disputada nos classificatórios, a Mouz irá jogar o formato perigoso contra grandes equipes, mas precisará de mais inteligencia do que só mira.

A ELEAGUE Major tem início no dia 22 de janeiro com cobertura completa da GCB Games.

Para mais notícias e artigos sobre eSports curta nossa página no Facebook.