Browse By

Previsões: The Game Awards 2016

the-game-awards

Por: Luigi Wagner

Como uma mídia que “busca” a legitimação artística – desnecessariamente, por se tratar tão claramente de uma expressão de tal natureza – é natural que os videogames estejam também atrás de formas de celebrar suas produções de forma análoga à outras indústrias.

O The Game Awards (antigo Video Game Awards) é provavelmente o mais próximo da celebração que procura unir a indústria em um único evento ao final do ano.

Constantemente referenciada como o “Oscar dos videogames”, a cerimônia organizada pelo talentoso Geoff Keighley – indivíduo que durante toda sua carreira sempre demonstrou imensa paixão pelo que cobre – teve sua boa parcela de altos (como a de 2015) e baixos (a iteração denominada VGX em 2013 foi particularmente pavorosa).

Apesar disso, um aspecto em particular sempre se manteve constante: a vontade de celebrar a beleza e a diversidade de uma expressão artística que, ainda que se encontre meramente em seu período de “infância” (e não afirmo isso de maneira pejorativa), demonstra ser capaz de evocar as mais variadas e intrigantes vertentes da emoção humana.

the-game-awards-2015

Se o evento do último ano servir como qualquer indicação, o The Game Awards parece caminhar no rumo certo para se solidificar como A Celebração de nossa tão querida indústria – independente da importância atribuída a tal tipo de afirmação.

Entrando na onda de empolgação e antecipação ao The Game Awards 2016 (que já ocorre na quinta-feira da próxima semana, 1), nós, na GCB Games decidimos arriscar e tentar prever quem serão os grandes vencedores das estatuetas na cerimônia.

Desconsiderando as categorias votadas pelo público (que você pode votar diretamente no site do TGA 2016), nossas previsões enfocam nas categorias votadas pelo jurado composto pela imprensa especializada (do qual a GCB ainda há de fazer parte um dia…).

Sem mais delongas, vamos aos indicados, a quem deveria ganhar, e quem vai ganhar no The Game Awards 2016:

MELHOR MULTIPLAYER

overwatch1280jpg-6daa73_1280w

 Indicados:

– Battlefield 1 (DICE)

– Gears of War 4 (The Coalition)

– Overcooked (Ghost Town Games)

– Overwatch (Blizzard Entertainment)

– Rainbow Six: Siege (Ubisoft)

– Titanfall 2 (Respawn)

Quem deveria ganhar: Battlefield 1

Quem vai ganhar: Overwatch

Explicando: Overwatch é facilmente a maior fenômeno multiplayer de 2016. Com seu extenso elenco de personagens coloridos e variados, o jogo conseguiu criar uma base imensa de fãs logo de cara em sua primeira iteração. Sendo também a primeira empreitada da Blizzard no mundo dos shooters, fica claro que a desenvolvedora entende do que faz independente do gênero no qual trabalha – tornando fácil enxergar Overwatch como a aposta mais segura para Melhor Multiplayer neste ano.

MELHOR JOGO DE ESPORTES / CORRIDA

2372ed02-65a4-412d-890d-51ad50335841

 Indicados:

– FIFA 17 (EA Canada)

– Forza Horizon 3 (Microsoft Studios)

– MLB The Show 16 (Sony San Diego)

– NBA 2K17 (Visual Concepts)

– Pro Evolution Soccer 2017 (Konami)

Quem deveria ganhar: Não joguei de forma aprofundada nenhum dos indicados, mas não me importaria de ver FIFA 17 levar o prêmio.

Quem vai ganhar: Forza Horizon 3

Explicando: Terceiro game da franquia de mundo aberto de Forza, Forza Horizon 3 foi provavelmente o jogo de corrida a fazer mais barulho entre a imprensa especializada neste ano quando foi lançado há alguns meses. Apresentando uma imensa paisagem australiana para se explorar em alta velocidade, FH 3 encantou gente que normalmente nem mesmo daria importância ao gênero de jogos de corrida.

MELHOR JOGO DE ESTRATÉGIA

3oltfvq

 Indicados:

– Civilization VI (Fireaxis Games)

– Fire Emblem Fates (Nintendo)

– The Banner Saga 2 (Versus Evil)

– Total War: Warhammer (The Creative Assembly)

– XCOM 2 (Fireaxis Games)

Quem deveria ganhar: Não tenho familiaridade o suficiente com o gênero para dar minha opinião.

Quem vai ganhar: Civilization VI

Explicando: Certamente uma das séries de estratégia mais aclamadas desde seu início em 1991, Civilization é um exemplo nato de aprimoramento a cada nova versão lançada, e apesar de neste ano estar concorrendo com outros nomes fortes como The Banner Saga 2, é sensato dizer que Civ VI provavelmente sairá como o vencedor na categoria.

MELHOR JOGO FAMILIAR

ratchet_clank_ps4-0-0

 Indicados:

– Dragon Quest Builders (Square Enix)

– Lego Star Wars: The Force Awakens (Traveller´s Tales)

– Pokemon GO (Niantic)

– Ratchet and Clank (Insomniac Games)

– Skylander: Imaginators (Toys for Bob)

Quem deveria ganhar: Ratchet and Clank

Quem vai ganhar: Ratchet and Clank

Explicando: Lançado mais cedo neste ano, Ratchet and Clank foi um revigorante sinal de que o gênero dos jogos de plataforma infantil ainda pode proporcionar com facilidade horas e horas de diversão em pleno 2016. Remake do primeiro jogo da série lançado em 2002 para o PS2, Ratchet and Clank é um jogo tecnicamente belíssimo, divertido e leve no melhor sentido da palavra. R&C pode até estar concorrendo com um gigante da popularidade como Pokemon GO – mas em termos puramente qualitativos, a obra da Insomniac é indiscutivelmente superior na categoria.

MELHOR JOGO DE LUTA

sfv_beta_restart

 Indicados:

– Killer Instinct: Season 3 (Iron Galaxy)

– King of Fighters XIV (SNK)

– Pokken Tournament (The Pokémon Company)

– Street Fighter V (Capcom)

Quem deveria ganhar: Minha experiência com o gênero em tempos recentes se limita basicamente a Mortal Kombat, então não me sinto confortável em dar minha opinião nesta categoria.

Quem vai ganhar: Street Fighter V

Explicando: Street Fighter V recebeu uma leva de críticas em seu lançamento devido à ausência de conteúdo que o jogo apresentava. Apesar disso, o game foi ao mesmo tempo aclamado pela perfeição em termos puros de jogabilidade. Considerando que desde seu lançamento Street Fighter V fez uma leva de adições à experiência inicialmente apresentada e a óbvia superioridade em termos de popularidade em comparação a seus concorrentes, não é loucura prever o game como o vencedor da categoria de Melhor Jogo de Luta.

MELHOR ROLE PLAYING GAME (RPG)

dark-souls-3

Indicados:

– Dark Souls 3 (From Software)

– Deus Ex: Mankind Divided (Eidos Montreal)

– The Witcher 3: Blood and Wine (CD Projekt)

– World of Warcraft: Legion (Blizzard Entertainment)

– Xenobade Chronicles X (Monolith Soft)

Quem deveria ganhar: Entre o singular Dark Souls 3, o fantástico Deus Ex: Mankind Divided e a excelente expansão de The Witcher 3, Blood and Wine, ficaria grato com a vitória de qualquer um. Dito isso, no final das contas acredito que daria meu voto a Deus Ex.

Quem vai ganhar: Dark Souls 3

Explicando: Categoria das mais imprevisíveis, onde palpites a favor de Dark Souls 3, Blood and Wine ou WoW: Legion poderiam se provar igualmente sensatos, prefiro apostar no último jogo da From Software. Sendo, em tese, o último capítulo da série Dark Souls em pelo menos algum tempo, não é inimaginável que DS3 seja premiado como uma forma de reconhecimento ao legado que a série deixa para a indústria. De qualquer forma, não coloco minha mão no fogo por esta previsão…

MELHOR JOGO DE AÇÃO / AVENTURA

maxresdefault

 Indicados:

– Dishonored 2 (Arkane Studios)

– Hitman (IO Interactive)

– Hyper Light Drifter (Heart Machine)

– Ratchet and Clank (Insomniac Games)

– Uncharted 4: A Thief´s End (Naughty Dog)

Quem deveria ganhar: Uncharted 4: A Thief´s End

Quem vai ganhar: Uncharted 4: A Thief´s End

Explicando: Apesar de contar com uma seleção mais que respeitável de concorrentes nesta categoria, é indiscutível: em termos de exalar um espirito de aventura e em execução da ação, não há nesta indústria quem rivaliza a espetacular franquia da Naughty Dog – e neste ano, com Uncharted 4, não poderia ser diferente.

MELHOR JOGO DE AÇÃO

doom-2016-vr

 Indicados:

– Battlefield 1 (DICE)

– Doom (id Software)

– Gears of War 4 (The Coalition)

– Overwatch (Blizzard Entertainment)

– Titanfall 2 (Respawn)

Quem deveria ganhar: Doom ou Battlefield 1

Quem vai ganhar: Doom

Explicando: Categoria que pode facilmente ser levada por Overwatch, com boas chances de dar Titanfall 2 (especialmente como forma de compensar a esterilidade comercial do lançamento) ou mesmo Battlefield 1, Melhor Jogo de Ação é mais uma das categorias altamente imprevisíveis neste ano. Apesar disso, decido apostar em Doom, o fantástico reboot da icônica franquia da id Software lançado mais cedo neste ano. Surpreendendo a todos por apresentar uma campanha divertidíssima, frenética e insana do início ao fim, Doom é a forma ideal de se reiniciar uma franquia, e premiá-lo como Melhor Jogo de Ação seria uma forma de evitar que o jogo saísse de mãos vazias na grande noite.

MELHOR JOGO DE REALIDADE VIRTUAL

rez_infinite_new-1200x675

 Indicados:

– Batman: Arkham VR (Rocksteady Studios)

– EVE Valkyrie (CCP Games)

– Job Simulator (Owlchemy Labs)

– REZ: Infinite (Enhance Games)

– Thumper (Drool)

Quem deveria ganhar: Ainda não tive o prazer de ter contato aprofundado com o mundo da realidade virtual…

Quem vai ganhar: REZ: Infinite

Explicando: Mesmo com indicados consideráveis como Batman: Arkham VR e Thumper, a escolha mais segura na categoria da realidade virtual é mesmo REZ: Infinite, que desde seu lançamento vem sendo considerado por um bom público como o melhor jogo em RV até o momento.

MELHOR JOGO MOBILE / DE MÃO (HANDHELD)

508800-pokemon-go

 Indicados:

– Clash Royale (Supercell)

– Fire Emblem Fates (Nintendo)

– Monster Hunter Generations (Capcom)

– Pokemon GO (Niantic)

– Severed (DrinkBox Studios)

Quem deveria ganhar: Não joguei nem mesmo Pokemon GO, que dirá os outros (provavelmente superiores) jogos desta lista.

Quem vai ganhar: Pokemon GO

Explicando: Apesar de ser considerado vastamente o jogo mais inferior da lista em termos objetivos, aposto na popularidade de Pokemon GO e na febre mundial que o game provocou para lhe garantir a vitória.

MELHOR JOGO INDEPENDENTE

inside_53fz

 Indicados:

– Firewatch (Campo Santo)

– Hyper Light Drifter (Heart Machine)

– Inside (PlayDead)

– Stardew Valley (Chucklefish)

– The Witness (Thekla Inc.)

Quem deveria ganhar: Inside

Quem vai ganhar: Inside

Explicando: Inside é facilmente o grande “queridinho” indie de 2016, tornando a fascinante obra da Playdead o vencedor claro na categoria de Melhor Jogo Independente.

PRÊMIO JOGOS PARA IMPACTO

orwell-game-banner

 Indicados:

– 1979 Revolution (iNK Stories)

– Block´Hood (Plethora Project)

– Orwell (Osmotic Studios)

– Sea Hero Quest (Glitchers)

– That Dragon, Cancer (Numinous Games)

Quem deveria ganhar: Sou obrigado a pleitear ignorância novamente, uma vez que não joguei nenhuma das obras indicadas nesta categoria.

Quem vai ganhar: Orwell

Explicando: Considerando a baixa exposição de todos os indicados na lista, arrisco palpitar meramente com base no consenso da Metacritic, fazendo de Orwell minha ignorante previsão.

MELHOR PERFORMANCE

uncharted-4-nate-elena-13

 Indicados:

– Alex Hernandez (Lincoln Clay, Mafia lll)

– Cissy Jones (Delilah, Firewatch)

– Emily Rose (Elena, Uncharted 4: A Thief´s End)

– Nolan North (Nathan Drake, Uncharted 4: A Thief´s End)

– Rich Sommer (Henry, Firewatch)

– Troy Baker (Sam Drake, Uncharted 4: A Thief´s End)

Quem deveria ganhar: Adoraria ver a maravilhosa Emily Rose levar o prêmio por seu excelente trabalho como Elena Fisher em Uncharted 4. Dito isso, Nolan North também me deixaria extremamente contente com sua vitória

Quem vai ganhar: Nolan North (Nathan Drake, Uncharted 4: A Thief´s End)

Explicando: Com uma performance absolutamente impecável reprisando o papel de Nathan Drake em Uncharted 4: A Thief´s End, North é certamente um dos maiores merecedores do prêmio. Premiá-lo por sua performance culminante de um papel que interpretou por mais de dez anos seria não só sintomático, como adequado – especialmente por se tratar de sua despedida de um dos personagens mais memoráveis da última década.

MELHOR MÚSICA / DESIGN DE SOM

rendition1-img

 Indicados:

– Battlefield 1 (DICE)

– Doom (id Software)

– Inside (PlayDead)

– REZ Infinite (Enhance Games)

– Thumper (Drool)

Quem deveria ganhar: É um ultraje ver Uncharted 4 desconsiderado desta lista, uma vez que o jogo possui aquela que é a facilmente a melhor trilha-sonora do ano, assim como um dos melhores trabalhos de design de som. Entre os indicados, porém, Battlefield 1 é provavelmente a opção mais destacável.

Quem vai ganhar: Battlefield 1

Explicando: Consigo ver Inside levando esta categoria devido ao minimalismo cuidadoso de seu trabalho de som, mas vou apostar na opção mais segura que, no caso, é Battlefield 1, uma vez que a DICE possui uma equipe composta por alguns dos melhores designers de som da indústria.

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE

inside_01-0

 Indicados:

– ABZU (Giant Squid)

– Firewatch (Campo Santo)

– Inside (PlayDead)

– Overwatch (Blizzard Entertainment)

– Uncharted 4: A Thief´s End (Naughty Dog)

Quem deveria ganhar: Uncharted 4: A Thief´s End. Mas não me importaria com a vitória de Inside (ou mesmo de Firewatch).

Quem vai ganhar: Inside

Explicando: Inside deve levar novamente devido ao minimalismo característico de sua composição visual. O jogo é um excelente exemplo de que não é necessária alta demanda técnica para a construção de uma identidade visual memorável.

MELHOR NARRATIVA

b351a5ea8b7954acdf0a4b9b2ac1d349

 Indicados:

– Firewatch (Campo Santo)

– Inside (PlayDead)

– Mafia lll (Hangar 13)

– Oxenfree (Night School Studio)

– Uncharted 4: A Thief´s End (Naughty Dog)

Quem deveria ganhar: Uncharted 4: A Thief´s End. De longe.

Quem vai ganhar: Uncharted 4: A Thief´s End

Explicando: Uncharted 4 é um dos mais belos exemplos de construção narrativa a já agraciarem os videogames. Sendo um dos poucos jogos já feitos passíveis de ser classificado como um legítimo estudo de personagem – Uncharted 4 não tem medo de explorar de forma honesta e aprofundada o que move o comportamento de seus personagens (não importando o quão assustadoramente reais estes transpareçam). Não só isso – nas mãos dos mestres Neil Druckmann e Bruce Straley (que dirigiram também The Last of Us) – Uncharted 4 faz aquilo que tantos jogos têm medo de fazer e o faz de forma magnífica: casar a história com o ato de se jogar – no processo, mostrando que a interatividade pode ser uma das ferramentas narrativas mais poderosas que um artista pode decidir utilizar para se contar uma história.

MELHOR ESTÚDIO / DIREÇÃO DE JOGO

146255136892757

 Indicados:

– Blizzard (por Overwatch)

– DICE (por Battlefield 1)

– Id Software (por Doom)

– Naughty Dog (por Uncharted 4: A Thief´s End)

– Respawn (por Titanfall 2)

Quem deveria ganhar: Naughty Dog, por Uncharted 4: A Thief´s End.

Quem vai ganhar: Naughty Dog, por Uncharted 4: A Thief´s End

Explicando: Categoria que vai ser pesadamente disputada pela Blizzard por seu trabalho em Overwatch (e não duvido que saia vencedora), Melhor Estúdio/Direção é mais uma das mais difíceis de se prever com muita confiança. Apesar disso, prefiro apostar minhas fichas na Naughty Dog, estúdio que há sete anos se recusa a lançar um jogo que não dispute o status de obra-prima, e que a cada novo lançamento, parece se provar cada vez mais como a equipe mais talentosa do mundo na arte de se criar…arte.

Mas mais importante de tudo – a Naughty Dog parece florescer em aspectos que o resto dos estúdios encaram como empecilhos.

JOGO DO ANO

uncharted4-1

 Indicados:

– Doom (id Software)

– Inside (PlayDead)

– Overwatch (Blizzard Entertainment)

– Titanfall 2 (Respawn)

– Uncharted 4: A Thief´s End (Naughty Dog)

Quem deveria ganhar: Uncharted 4: A Thief´s End.

Quem vai ganhar: Uncharted 4: A Thief´s End.

Explicando: Não me surpreenderia caso Inside acabasse levando o prêmio, mas me embasando em uma noção de consenso geral (e no bom senso), aposto em Uncharted 4: A Thief´s End como o grande vencedor da noite – não só em número de prêmios – mas com o tão cobiçado título de Jogo do Ano.

Honestamente, apesar de 2016 ter sido um ano fantástico para games, não há nada que, mesmo em segunda instância, chegue perto da obra excepcionalmente fabulosa que é a conclusão da história de Nathan Drake.

O prêmio “Jogo do Ano” pretende reconhecer um jogo que “entrega a absoluta melhor experiência através de todos os campos criativos e técnicos”, segundo a própria descrição deste – entre todos os jogos lançados no ano de 2016, Uncharted 4 é o que mais facilmente se adequa a tais parâmetros.

 

O The Game Awards 2016 está marcado para o dia 1º de dezembro (quinta-feira), às 23: 30 (horário de Brasília). Fique ligado aqui na GCB Games para todas as notícias relativas a cerimônia, incluindo a lista completa dos vencedores!