Browse By

Resident Evil – 20 anos – Parte 1

Em 2016 a série Resident Evil, uma das mais aclamadas e conhecidas franquias irá comemorar 20 anos do seu primeiro jogo, com altos e baixos mas sempre se mantendo em evidência, a série coleciona fãs e uma série de subprodutos. Aqui iremos dar uma rápida olhada nos principais  jogos da série, começando por:

1 – Resident Evil (Playstation, Sega Saturn, Nintendo DS, PC)

Resident-evil-directors-cut-ps

O primeiro jogo da série, lançado em 22 de Março de 1996 para PlayStation, conseguiu a proeza de vender até hoje 33 milhões de cópias. Inovando no estilo Survial Horror, o jogo veio para tirar noites de sono dos jogadores, mostrando violência de uma forma que ainda não havia sido mostrada nos video games. Com uma abertura em live action e diversas cenas em CG, o jogo foi uma incrível inovação para a época.

A história todos nós já conhecemos não é? Vírus, zumbis, traição e todo aquele drama. Mas é aqui que nos foram apresentados os personagens que fariam parte de nossas vidas, como Jill Valentine, Chris Redfield, Barry Burton e o querido, amado e educado, Albert Wesker.

Em 2005 ele recebeu uma versão para o Nintendo DS, sofrendo diversas alterações, como a adição de novos puzzles que utilizavam a segunda tela do console, e até uma “respiração boca a boca” na qual o jogador precisava soprar o microfone do console.

Futuramente o jogo recebeu uma versão refeita para GameCube e logo mais para Playstation 3, Playstation 4, XBox 360 e XONE.

Se tentarmos jogar o jogo hoje, iremos com certeza rir de muitas coisas, como da sofrível dublagem que o jogo tinha, claro que na época era lindo, mas hoje conseguimos perceber que os dubladores eram BEM ruinzinhos. Quem não se lembra de uma das primeiras frases do jogo, falada pau-sa-da-men-te, “Stop it – Don’t – Open – That – Door.”

2 – Resident Evil 2 (PlayStation, Sega DreamCast, Game Cube, Windows PC, Nintendo 64)

NTSC_Resident_Evil_2_Cover

O segundo jogo da franquia chegou em 28 de janeiro de 1998, claro que os fãs queria mais e desta vez a Capcom caprichou, trazendo duas histórias que se encontravam no meio do jogo, aqui iríamos conhecer Leon Kennedy e Claire Redfield, irmã do Chris.

Os eventos do jogo acontecem poucos meses após o primeiro Resident Evil, e mostra o novato policial Leon que logo no primeiro dia de serviço se ve em meio a uma cidade infestada de zumbis, e Claire que esta a procura do irmão desaparecido.

A jogabilidade é bem parecida com a do seu antecessor, sem adicionar muita novidade, porém a possibilidade de jogar com dois personagens diferentes e ver a história de outro angulo agradou muito a todos.

Aqui a dublagem com certeza foi bem mais caprichada; e temos a introdução de mais personagens que se tornaram importantes para a série, os dois protagonistas e a enigmática Ada (que parece morrer diversas vezes ao longo dos anos, mas se mostra mais persistente que o Rugal do KOF).

Originalmente o jogo foi lançado para PlayStation, e logo mais convertido para as outras plataformas, a “pior” versão foi a do Nintendo 64, que devido a pouca memória do cartucho teve sua qualidade comprometida.

3 – Resident Evil 3: Nemesis (PlayStation, DreamCast, Windows PC, Game Cube)

Resident_Evil_3_-_North-american_cover

Lançado primeiramente em 22 de Setembro de 1999 no Japão para PlayStation e no ano seguinte para as demais plataformas, o jogo trás uma velha conhecida dos jogadores, Jill Valentine que mais uma vez enfrenta os terríveis zumbis e a corporação Umbrella.

Desta vez ela conta com a ajuda de um grupo de mercenários que lentamente é derrotada pelos inimigos, em especial Nemesis, a arma biológica mais potente da Umbrella que tem uma única missão, eliminar todos os membros da S.T.A.R.S., durante quase todo o jogo em algum momento ele ira aparecer e irá te perseguir.

Uma das novidades neste título é que em alguns momentos o jogador tem a possibilidade de escolher entre duas ações que altera o rumo da história, além disso a movimentação dos personagens se tornou mais rápida e dinâmica, Jill até ganhou um movimento de esquiva, muito útil contra inimigos mais rápidos, como os cachorros.

Estes foram os três primeiros jogos lançados da franquia e com certeza fizeram parte da infância de muitos trintões por aí, na próxima parte iremos conhecer os derivados de Resident Evil, alguns ótimos e outros não tão bons assim.