Browse By

CS:GO – ESL One Cologne 2015: Dia 4

Semi-Final: EnVyUs
2 x 1 Team Solo Mid
A
primeira semi-final da ESL One Cologne
2015
trazia o embate entre Team Solo
Mid
e EnVyUs.  O primeiro mapa da disputa era então Cache, os franceses mostraram o porquê
vieram fortes durante todo o campeonato, emplacando logo um 10 x 05 do lado
pior do mapa, os dinamarqueses do TSM
até tentaram uma recuperação no segundo half, mas brilhou a estrela de Nathan ‘NBK-‘ Schmitt garantindo o mapa para o
EnVyUs. 16 x 12.
O
segundo mapa era Dust 2, um dos
trunfos da equipe dinamarquesa. A equipe de Nicolai ‘device’ Reedtz mostrou que o primeiro mapa foi uma fatalidade e
que eles estavam prontos para virar o jogo da melhor forma possível. Peter ‘dupreeh’ Rasmussen foi um dos
destaques do mapa conseguindo levar sua equipe a vitória maçante por 16 x 08.

A
decisão da semi-final iria então para o mapa Inferno. Dessa vez quem brilhou
foi Fabien ‘kioShiMa’ Fiey que
conseguiu uma série de rounds segurando o rush da equipe da Dinamarca. Os franceses
conseguiram rounds em seguida e deixaram o TSM
numa situação complicada na partida. Os dinamarqueses começaram então uma
reação do lado TR, com 3 rounds seguidos. Porém Dan ‘apEX’ Madesclaire segurou a reação do time do TSM da melhor forma possível, com um “rufus defuse” excepcional garantindo o round de sua equipe e
garantindo uma das vagas na grande final da ESL One Cologne 2015.

Semi-Final:
Virtus.Pro 1 x 2 Fnatic
O
primeiro mapa da segunda semi-final era Mirage,
o mesmo mapa que um dia antes os suecos do Fnatic
venceram os brasileiro da Luminosity
por 16 x 14. Dessa vez o time de Robin ‘flusha’
Rönnquist entrou desligado na partida, ai a experiência dos poloneses falou
mais alto, souberam administrar a vantagem imposta graças a uma bela atuação de
Paweł ‘byali’ Bieliński e Wiktor ‘TaZ’ Wojtas. Ao fim incríveis 16 x 06
para os polacos do Virtus.Pro.

O
lado psicológico parece não ter pesado na equipe do Fnatic que no segundo mapa, Inferno,
veio bem mais atento em relação ao primeiro. Freddy ‘KRIMZ’ Johansson liderou sua equipe no mapa conseguindo alguns
clutch rounds seguidos quebrando a situação monetário do Virtus.Pro.  Mesmo com o Fnatic melhor, os poloneses conseguiram
voltar no placar e quando a partida estava 14 x 12 um pause para os suecos fez
toda a diferença, na volta emplacaram quatro rounds seguidos conseguindo a
vitória no mapa. 14 x 16.
O
mapa que iria decidir a partida era Cobblestone.  Os poloneses do Virtus.Pro começaram bem, vencendo o pistol e os rounds seguintes,
mas em ótima partida de Robin ‘flusha’
Rönnquist e Olof ‘olofmeister’
Kajbjer os suecos conseguiram se recuperar no placar. O Virtus.Pro sentia muito a falta das jogadas de Jarosław ‘pashaBiceps’ Jarząbkowski que estava
apagado na partida, mas quem começou aparecer foi Filip ‘NEO’ Kubski fazendo tiros milagrosos com a AWP. O primeiro half
terminou em disputados 7 x 8, mas do lado TR ninguém segurava os suecos que
fizeram oito rounds consecutivos e venceram a partida garantindo a vaga na
grande final. 07 x 16.
Grande Final: EnVyUs 0 x 2 Fnatic
A grande final colocava
frente a frente os dois times mais embalados do momento. Os franceses do EnVyUs que a pouco tempo atrás
conquistaram a IEM Gamescom e os
suecos atuais campeões da ESL One
que iriam defender seu título.
O primeiro mapa do confronto
foi Dust 2, a equipe do EnVyUs mostrou que apesar de não serem
os favoritos também queriam o título da ESL
One Cologne 2015
. Os franceses começaram arrasadores e emplacaram logo um
10 x 05 no primeiro half, visivelmente sem reação alguma os suecos do Fnatic pediram um pause quando a
partida já estava com sete rounds de vantagem para o adversário. Novamente
brilhou a estrela de Freddy “KRIMZ
Johansson que garantiu rounds em sequência para seu time, o jogo empatou em 15 x
15 e então viria o Overtime. A equipe
da sueca mostrou que a experiência e o conjunto conta e muito em momentos de
pressão e sem deixar chance alguma colocou o resultado final de 15 x 19 no recém
reformulado time do EnVyUs.

O segundo mapa era então Cobblestone, mapa que a Fnatic já havia jogado no dia contra a Virtus.Pro. Os suecos se mostraram
sólidos e inerráveis fazendo um primeiro half perfeito e fechando em 06 x 09.
Depois de vencer o segundo round pistol o time de Robin ‘flusha’ Rönnquist foi mostrando o porquê é considerado por muitos
o melhor time do mundo vencendo os rounds sequentes, mesmo que sendo bem
disputados. Fabien ‘kioShiMa’ Fiey fez
um round espetacular em que depois de levar dois jogadores fingiu duas vezes o
plant da bomba e eliminou Robin ‘flusha’
Rönnquist faltando apenas 03 segundos para o fim, porém isso não foi o
suficiente e o título da ESL One Cologne
2015
ficou novamente com o Fnatic.
1. $100,000 USD (Fnatic)
2. $50,000 USD (EnVyUs)
3-4. $22,000 USD (Team Solo Mid e Virtus.Pro)
5-8 $10,000 USD (Team Kinguin, Navi, Luminosity Gaming e NiP)
9-16. $2,000 USD (CLG, Renegades, Flipsid3, Cloud 9, Titan, eBettle,
mousesports, Immunity)