Browse By

Sobre a morte de um fã de jogos

Por Netto

No último dia 11 de Julho, o então presidente da Nintendo Satoru Iwata, veio a falecer de câncer. Com 55 anos o “rosto” da Nintendo em tantos Nintendo Direct, deixou esse mundo e balançou tanto o coração de fãs quanto admiradores da Big N.

“On my business card, I am a corporate president. In my mind, I am a game developer. But in my heart, I am a gamer.” 

Os fãs como era esperado fizeram seus votos de condolências, artes expressando seus sentimentos e principalmente fizeram barulho. Em um mundo que games não são mais – tão – marginalizados esse tipo de demonstração é como um manifesto de que os games fazem parte do cotiadiano de mais pessoas do que você imagina.

Isso pelo simples fato do Iwata não ser apenas o executivo, o presidente, o homem que dá as ordens. Ele era o japonês engraçadinho que pagava mico em Videos, que ria de si mesmo e que ria – por que não? – da própria empresa.

VEJA TAMBÉM  Confira um trailer com vários jogos que ainda serão lançados no Switch; Nintendo afirma que são mais de 80

Ele esteve por trás de jogos como Balloon Fight, EarthBound (inclusive ajudando na programação), Super Smash Bros melee, desenvolvimento dos novos consoles e tudo mais, não apenas como um presidente distante, mas sim como um desenvolvedor que entendia muito bem do seu trabalho e do seu papel a prover aos fãs o que eles esperavam de um jogo.

Exatamente essa visão de desenvolvedor de jogos e de jogador ele levou nos seus anos como presidente da Nintendo. Ao se tornar o rosto da Nintendo ele simplesmente nos deu um exemplo, o cara normal que comanda uma das maiores empresas de games.

E isso é um marco impressionante para alguém que só tinha vontade de programar jogos divertido.

Leia mais